Artrose de Joelho e Viscosuplementação

Artrose de joelho, osteoartrose na linguagem médica, é uma doença de caráter inflamatório e degenerativo. Predomina no sexo feminino, e provoca a destruição da cartilagem articular de forma progressiva. Essa destruição leva à deformidade da articulação. Uma articulação deformada provoca, como consequência, desequilíbrio dos músculos e ligamentos que se encontram conectados àquela articulação.

Artrose de Joelho – Os Sintomas

Os sintomas da artrose de joelho são, basicamente, a consequência de tudo isso que falei acima. Veja alguns dos mais frequentes:

Crepitações (barulho ao movimento)

Sabe quando você mexe o joelho e percebe um barulho, algo como um “cric-cric” ou uma sensação de areia no joelho? Isso é chamado de crepitação.

Crepitação não é um sintoma exclusivo de artrose, ou seja, não é porque você tem barulho ou sensação estalo ou “clique” no joelho, que significa artrose. Muita gente tem crepitação que não significa uma doença. Normalmente, quando benigna, ela é um sintoma único, ou seja, sem acompanhamento de dor ou inchaço. Caso venha acompanhada desses outros sintomas, você deve buscar ajuda médica.

Outra coisa: o termo crepitação pode ter outros significados em medicina. Por exemplo, pode-se aplicar a um ruído anormal que os médicos podem ouvir, com um estetoscópio, ao examinar os pulmões em casos de certas doenças respiratórias.

Dor

A dor no joelho é o sintoma que mais incomoda o paciente. Ela pode ser intermitente ou constante. A dor é provocada pelo contato direto dos ossos devido à perda da cartilagem. Essa perda de cartilagem pode ser provocada por vários fatores, como envelhecimento, impacto maior que a capacidade articular, infecções, trauma, problemas musculares/ligamentares (veja abaixo) etc., e a inflamação decorrente desses problemas.

Dor intermitente: Entende-se por dor intermitente aquela que vai e vem, aparece e desaparece. Por exemplo, pode ser uma dor no joelho que aparece com o esforço físico, e não em outros momentos. E pode nem ser tanto esforço – por exemplo, uma dor no joelho ao andar uma certa distância, variável para cada grau da doença. Ou pode aparecer somente após esforços maiores, como correr. Mas por favor, não confunda qualquer dor após uma corrida com um diagnóstico de certeza de artrose. Afinal, dores podem ser comuns após corridas pesadas.

Dor constante: O mais comum é a pessoa começar com dor intermitente e evoluir para dor constante, conforma piora o grau de artrose. Porém, nada impede que uma dor de artrose de joelho já se inicie constante – apesar disso ser menos comum.

Localização da dor: A dor não se restringe, necessariamente, à articulação, mas pode estar associada a dor muscular e ligamentar ao redor do joelho. Os músculos e ligamentos que se conectam ao joelho sofrem em consequência da artrose, e esse sofrimento causa inflamação e dor. Reciprocamente, uma pessoa que não tinha nada no joelho, mas tinha um problema nos músculos e ligamentos conectados ao joelho, pode vir a apresentar sofrimento da articulação como consequência. Esse sofrimento pode acabar evoluindo para artrose. O menisco é uma outra estrutura que se localiza no joelho, e que pode sofrer junto com a artrose de joelho, o que provoca dor também.

Inchaço

Inchaço também é um sintoma comum de artrose de joelho. Quanto maior o grau de inflamação no local, maior o inchaço.A inflamação leva o aumento de acumulo de liquido na articulação , que recebe o nome de derrame articular .

Falta de força

A dor, articular e/ou muscular, dificulta movimentos como andar, subir/descer escadas ou fazer exercícios normais do dia a dia. Esse desuso crescente leva a uma fraqueza que piora mais ainda com o desuso, formando um ciclo vicioso.

Rigidez ao iniciar movimento (dor pró-cinética)

Muitas vezes, você pode sentir dificuldade e dor para iniciar o movimento da  articulação depois de ter passado um certo tempo sem movimentá-la, como é o caso ao acordar de uma noite de sono, ou levantar depois de um bom tempo sentado. É uma sensação de estar enferrujado, podendo necessitar de alguns minutos para conseguir movimentar melhor. Esse fenômeno recebo o nome de dor pro-cinética.

Perda de amplitude de movimento

A função da articulação do joelho é permitir que você possa dobrar e esticar a perna. Com a evolução da artrose, a articulação pode começar a perder essa função. Isso se sente por uma diminuição da amplitude de movimento. Em outras palavras, a pessoa não consegue esticar ou dobrar o joelho tanto quanto antes. Qualquer movimento que exceda esse limite pode causar mais dor. Essa perda de amplitude pode se tornar permanente e dificultando mais ainda o andar.

Causas da Artrose de Joelho

As causas incluem:

  • Fator genético
  • Sobrepeso
  • Sedentarismo
  • Trauma prévio
  • Excesso de atividades de impacto

e os tratamentos disponíveis visam melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Viscosuplementação como Modalidade de Tratamento

A viscosuplementação ( infiltração de ácido hialurônico na articulação ) promove  grande melhora da viscosidade da articulação com diminuição da dor. O ácido hialurônico é uma substância encontrada na cartilagem e no líquido da articulação. A aplicação é feita em consultório, pouco dolorosa e não necessita de anestesia geral nem afastamento das atividades diárias. Geralmente são 3 aplicações com intervalo de uma semana entre elas. Também existe a alternativa de uma única aplicação, dependendo da apresentação do medicamento pelo laboratório. A melhora dos sintomas, principalmente dor e rigidez, pode perdurar por um período variável, de alguns meses até 2 anos. Após esse período, os sintomas podem retornar e a aplicação deve ser repetida.

Voce precisa entender que a aplicação de acido hialurônico na articulação não é um tratamento milagroso se não seguir outras recomendações do seu medico que são tão importantes quanto a aplicação.

Por exemplo, a fisioterapia ( analgesia, fortalecimento muscular, ganho de flexibilidade e orientação ergométrica ), acupuntura, tratamento por ondas de choque, prática de atividades físicas sem impacto, sendo que a perda de peso exerce um papel importantíssimo na eficácia do tratamento da osteoartrose dos joelhos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *