Arquivos da categoria: Ondas de Choque

Dor na Sola do Pé, Calcanhar – Pode Ser Fasceíte Plantar

A Causa Mais Comum de Dor na Sola do Pé é Fasceíte Plantar

Você levanta da cama pela manhã e, ao pisar no chão, sente uma dor forte na sola do pé – na verdade, a dor pode ser na sola de um ou dos dois pés. Essa dor na sola do pé ocorre, quase sempre, nas primeiras pisadas, e vai melhorando conforme o movimento. Porém, pode piorar de novo quando você anda muito, corre ou pratica algum esporte que envolve corrida. Isso pode ser uma fasceíte plantar.

O Que É Fasceíte Plantar

Fasceíte plantar é inflamação da fáscia plantar, um tecido fibroso presente na sola do pé e que tem por função sustentar a “parte de dentro” (arco longitudinal) do pé. Trata-se de um tecido espesso que vai desde o calcanhar até os dedos dos pés e que dá sustentação e proteção a estruturas como músculos e tendões presentes no pé. Quando esta estrutura, a fáscia plantar, se inflama, dá origem a uma série de dores, especialmente:

  • Dor no calcanhar
  • Dor na sola do pé

Essa dor na sola do pé e/ou calcanhar quase sempre se inicia e é pior pela manhã, quando a pessoa dá seus primeiros passos. Ao longo do dia, a dor na sola do pé e/ou calcanhar pode piorar depois de períodos de inatividade, ou excesso de caminhada.

Quem Pode Ter Fasceíte Plantar

A fasceíte plantar, que gera toda essa dor na sola do pé e/ou calcanhar, ocorre muito mais frequentemente em mulheres, embora também possa ocorrer em homens. A idade mais frequente para a fasceíte plantar é entre os 40 e 60 anos. A fasceíte plantar é menos frequente em crianças, adolescentes e pessoas acima de 70 anos.

Fasceíte Plantar É Problema Comum

Se você tem esse tipo de dor na sola do pé e/ou calcanhar causada pela fasceíte plantar e pensa que está sozinha(o), fique sabendo que a fasceíte plantar é um sofrimento bastante comum: cerca de uma em cada 10 pessoas já teve um episódio de fasceíte plantar na vida – muito embora ela possa não ter sido diagnosticada, uma vez que pode melhorar espontaneamente.

Causas da Fasceíte Plantar

A causa mais comum da fasceíte plantar é por microtraumatismo repetitivo da fáscia plantar. Isso ocorre mais em pessoas que praticam exercícios como corrida de longa distância, balé, dança aeróbica.

Confusão entre Fasceíte Plantar e Esporão do Calcâneo

Atenção: A dor da fasceíte plantar é muito confundida com esporão do calcâneo. Tenha em mente que esporão nem sempre causa dor. Já a fasceíte plantar é geralmente dolorosa.
Fatores de Risco da Fasceíte Plantar

Fasceíte Plantar – Fatores de Risco

Os fatores de risco mais comuns para adquirir fasceíte plantar são:

  1. Pés cavos ou planos
  2. Encurtamento do tendão calcâneo
  3. Obesidade
  4. Atividade fisica intensa
  5. Dançarinos, bailarinos
  6. Pessoas que trabalham muito tempo em pé

Diagnóstico da Fasceíte Plantar

O diagnostico da fasceíte plantar é principalmente clinico. Uma ultrasonografia ou ressonância magnética do pé podem confirmar a inflamação da fáscia.

Tratamento da Fasceíte Plantar

O tratamento mais moderno, rápido e eficaz da fasceíte plantar é o tratamento por ondas de choque. Clique aqui para ler mais a respeito desse tratamento. Acupuntura também é um recurso que ajuda a diminuir a dor. Os tratamentos convencionais continuam sendo importantes como o uso de antiinflamatorios, fisioterapia, correção ergométrica, calçado adequado.

Terapia por Ondas de Choque – Novo Tratamento Contra a Dor

O tratamento por ondas de choque ( em inglês Extracorporeal  shockwave treatment – ESWT) é uma nova modalidade de tratamento, não  invasivo, sem anestesia local e feito em ambulatório ou consultórios. Indicada  nas inflamações crônicas dos tendões e calcificações no ponto de inserção dos músculos ou tendões, dor muscular crônica e retardo da consolidação na fratura.

São ondas acústicas de alta energia, um tipo de energia segura, eficaz e com mínimos efeitos colaterais, amplamente aplicadas na urologia desde 1980 para o tratamento de pedras renais (Litotripsia). No inicio de década de 90, na Alemanha,  através de estudos científicos, evidenciaram bons resultados no tratamento dos tendinites, dor miofascial e não consolidação de fraturas.  Também é eficaz em tratamento de ulcera de pressão e celulites.

Essa energia mecânica  é aplicada e focada na região a ser tratada, a índice de eficácia atinge ate 85% dos pacientes que utilizam essa terapia. As principais patologias indicadas são:

  • Fasceite Plantar com ou sem  esporão do calcâneo
  • Tendinite calcária do ombro
  • Epicondilite lateral e medial do cotovelo
  • Tendinite de Aquiles
  • Tendinite Patelar
  • Bursite Trocanterica
  • Pseudoartrose ( Fratura com retardo ou não união óssea)
  • Síndrome de Dor Miofascial (dor muscular)

O tratamento é realizado pelo medico,  geralmente  são de 3 a 5 sessões.

Dra. Dai Ling, medica fisiatra do Hospital das Clinicas, trabalha com o tratamento de ondas de choque desde 2009, atende no seu consultório os pacientes com dor crônica e indica os melhores tratamentos possíveis.